Porquê este projeto

DO SONHO DE UMA CARREIRA À REALIDADE DA VIDA

O sonho do futebol, ainda que idílico para muitos, fica muitas vezes aquém do que se pensa ou deseja.
As razões são variadas, mas o resultado é quase sempre o mesmo. Lesões graves, doenças inesperadas, problemas de gestão financeira, maus investimentos, fraudes, falta de pensamento pós-futebol, más opções de vida … uma lista sem fim de episódios que acabam por destruir o sonho e consequentemente o indivíduo, enquanto profissional e até enquanto ser humano. Casos que criam um desequilíbrio emocional e social tal, que levam a situações de dificuldade de readaptação a uma nova realidade que podem até levar a problemas de harmonia familiar e à perda do indivíduo capaz e integrante de uma sociedade plural e ativa.

Cerca de
80%dos jogadores que se retiram, ficam falidos nos primeiros 3 anos.
60%dos jogadores após terminarem a carreira, ficam falidos em 5 anos.

Sports Illustrated, 2009

A ilusão provocada à volta do desporto espetáculo é tão grande que desnorteia tudo e todos que nela habitam. Muitos são os jovens que tudo fizeram para alcançar o sonho de lá chegar, mas na realidade são poucos os que conseguem. Ao longo da carreira, para a maioria dos meus colegas o seu caminho está unicamente orientado para ser jogador profissional de futebol. No entanto, não conseguir poderá trazer consequências negativas para as suas vidas.

2em
cada
5
Ex-jogadores Profissionais Apresentam sérias dificuldades financeiras num máximo de 5 anos depois de se retirarem.
1em
cada
3
Ex-jogadores Profissionais divorciam-se nos primeiros 12 meses depois de se retirarem.

XPro Life After Football, 2013

Tenho vindo a assistir casos de jogadores que chegam ao topo, ganham bom dinheiro, são ídolos dos adeptos mas muitos deles acabam falidos, em que tudo vale para dilapidar em poucos anos a fortuna assegurada sobre os relvados.
Este é um problema grave e acredito que também se verifica em Portugal.