fbpx
She enjoys helping other authors by dissertation help service editing, consulting on publishing matters and evaluating manuscripts.

Porquê o Projeto 'A Minha Causa'

DO SONHO DE UMA CARREIRA À REALIDADE DA VIDA

O sonho do futebol, ainda que idílico para muitos, fica muitas vezes aquém do que se pensa ou deseja.
As razões são variadas, mas o resultado é quase sempre o mesmo. Lesões graves, doenças inesperadas, problemas de gestão financeira, maus investimentos, fraudes, falta de pensamento pós-futebol, más opções de vida … uma lista sem fim de episódios que acabam por destruir o sonho e consequentemente o indivíduo, enquanto profissional e até enquanto ser humano. Casos que criam um desequilíbrio emocional e social tal, que levam a situações de dificuldade de readaptação a uma nova realidade que podem até levar a problemas de harmonia familiar e à perda do indivíduo capaz e integrante de uma sociedade plural e ativa.

CERCA DE
80%DOS JOGADORES QUE SE RETIRAM, FICAM FALIDOS NOS PRIMEIROS 3 ANOS.

60%DOS JOGADORES APÓS TERMINAREM A CARREIRA, FICAM FALIDOS EM 5 ANOS.

A ilusão provocada à volta do desporto espetáculo é tão grande que desnorteia tudo e todos que nela habitam. Muitos são os jovens que tudo fizeram para alcançar o sonho de lá chegar, mas na realidade são poucos os que conseguem. Ao longo da carreira, para a maioria dos meus colegas o seu caminho está unicamente orientado para ser jogador profissional de futebol. No entanto, não conseguir poderá trazer consequências negativas para as suas vidas.

2 EM CADA 5 EX-JOGADORES PROFISSIONAIS APRESENTAM SÉRIAS DIFICULDADES FINANCEIRAS NUM MÁXIMO DE 5 ANOS DEPOIS DE SE RETIRAREM.

1 EM CADA 3 EX-JOGADORES PROFISSIONAIS DIVORCIAM-SE NOS PRIMEIROS 12 MESES DEPOIS DE SE RETIRAREM.

Tenho vindo a assistir casos de jogadores que chegam ao topo, ganham bom dinheiro, são ídolos dos adeptos mas muitos deles acabam falidos, em que tudo vale para dilapidar em poucos anos a fortuna assegurada sobre os relvados.
Este é um problema grave e acredito que também se verifica em Portugal.

5 RAZÕES PARA ESTES RESULTADOS

INEXISTÊNCIA DE
PLANEAMENTO FINANCEIRO
FALTA DE PREPARAÇÃO
PARA IMPREVISTOS
IMPREPARAÇÃO PARA
2ª CARREIRA
SUPORTE DE TODA A FAMÍLIA
DIVÓRCIO

SPORTS ILLUSTRATED, 2009

Segundo a Professional Footballers’ Association –  England, Wales, Northern Ireland and the Republic of Ireland – (The PFA, 2016) a carreira de um jogador profissional de futebol tem a duração em média de 8 anos e termina em média aos 35 anos de idade.

E EM PORTUGAL?

Este projeto deu mais um passo com vista a alcançar os objetivos a que se propôs aquando o seu lançamento, em 20 de Setembro de 2016. Em parceria com a plataforma digital zerozero apresenta os primeiros dados do trabalho de pesquisa relativos à carreira do futebolista português.

O JOGADOR PORTUGUÊS TERMINA A CARREIRA EM MÉDIA AOS
30,9 ANOS DE IDADE.

APENAS
16% DOS JOGADORES PORTUGUESES CONSEGUEM CHEGAR À 1ª LIGA DE FUTEBOL PROFISSIONAL.

MAIS DE 95%
DOS JOGADORES PORTUGUESES NÃO CONSEGUEM CHEGAR A UM GRANDE 
EM PORTUGAL.

APENAS 2%
DOS JOGADORES PORTUGUESES CONSEGUEM CHEGAR ÀS SELEÇÕES NACIONAIS SENIORES.

10% DOS JOGADORES PORTUGUESES PARTEM PARA O ESTRANGEIRO.

UM JOGADOR PORTUGUÊS JOGA EM MÉDIA
4,7 ANOS NA 1ª LIGA DE FUTEBOL PROFISSIONAL.

Testemunhos

Fábio Faria

Ex Jogador de Futebol

Hélder Postiga

Ex Jogador de Futebol

Carlos Carvalhal

Treinador de Futebol

Vítor Hugo Alvarenga

Ex Jornalista “MaisFutebol”

Faço desta a minha causa

A prática profissional do futebol pode e deve ser totalmente compatível e enquadrada com uma opção académica ou empresarial capaz de criar opções de futuro. Por isso, sempre tive uma preocupação com o meu futuro fomentando, como um dos meus grandes pilares de vida, a conciliação do futebol com uma adequada formação e uma vida empresarial. Estudei, analisei e identifiquei as falhas na forma como os profissionais do desporto de alta competição encaram e preparam o seu futuro. Hoje procuro despertar consciências, alertar e alterar mentalidades de uma geração de desportistas. O meu contributo é poder chegar aos desportistas, pais, treinadores, dirigentes, agentes de forma a poder ter a oportunidade de mostrar quão grande e preocupante é o problema. Nesta fase, o projeto tem como objetivo a realização:

Palestras

Investigação

Documentários

  • Jogadores de futebol: da fama à ruína!

    Sábado
    Desporto/Futebol – www.Sabado.pt
  • Luisão já prepara carreira de treinador. Capitão do Benfica entre os alunos de uma pós-graduação da FMH.

    Luisão
    Futebolista – www.maisfutebol.iol.pt
  • Devemos lutar pelos nossos sonhos.

    Telma Monteiro
    Judoca – www.record.pt
  • O futuro constrói-se desde jovem. Desde os 27 anos que desenvolvi e minha linha de roupa, e quero que a minha marca continue a crescer porque o futebol vai acabar dentro de cinco, seis, sete, dez anos.

    Cristiano Ronaldo
    Futebolista
  • Sonhar é o primeiro passo para se atingir o que pretendemos.

    Paulo Sousa
    Treinador
  • Como se pode esperar que um jogador que deixou a escola quando tinha 15 anos, que teve sempre toda a gente a fazer tudo para ele e que era pago a peso de ouro, que consiga, quando termina a carreira, ter uma vida normal?

    Andrew Cole
    Ex-futebolista
  • Quase metade dos jogadores ganha menos de 950 euros por mês.

    Estudo da FIFPRO
    www.ojogo.pt
  • Vi colegas com mais qualidade que eu não conseguirem ser jogadores.

    Cédric
    Futebolista – www.maisfutebol.iol.pt
  • Cassano explica porque desperdiçou a sua carreira: Sou preguiçoso.

    Antonio Cassano
    Futebolista – www.dn.pt
  • Cometi muitos, muitos erros.

    Fábio Paim
    Futebolista – www.maisfutebol.iol.pt